facebook  Twiter  GooglePlus In Youtube

Food Service: um mundo de sabores em transformação

Embutidos Brasil

Chefs de grandes empresas discutem as principais tendências do mercado. O mercado internacional de Food Service tem sofrido transformações e muitas novidades estão chegando em terras brasileiras. Uma das principais mudanças é a busca por refeições prontas, mas que sejam ao mesmo tempo saudáveis e saborosas.

“Os brasileiros estão ficando mais atentos à saúde e querem entender melhor o que comem. Por isso, têm buscado informações sobre os produtos nos rótulos e dando preferência aos ingredientes saudáveis”, diz Samara Grossi, chef da Kerry, durante o Encontro dos Chefs, evento que reuniu profissionais de grandes empresas do mercado gastronômico.

“A Kerry atende clientes internacionais e já tem produtos com menos sal e açúcar no portfólio, sem qualquer perda de sabor. No Brasil, a mudança está em andamento e as empresas precisarão se adaptar”, completa a profissional. Segundo estudos da consultoria Galunion, destacados durante o evento, os consumidores devem buscar cada vez mais uma alimentação à base de plantas e verduras ou ainda que resgate os sabores das comidas feitas em casa. “Hoje, o maior desafio das pessoas é o tempo. Eles buscam alimentos prontos e não querem uma simples lasanha congelada, mas sim produtos customizados, elaborados, saudáveis e saborosos”, diz Rafael Cunha, chef executivo e de operações da consultoria.

As transformações no mercado Food Service devem atingir também as gôndolas de bebidas. A consultoria indicou forte tendência para o aumento do consumo de refrigerantes caseiros, cervejas locais, coquetéis artesanais e produtos feitos pelos próprios restaurantes. “O mercado está se transformando e a preocupação com a saúde não pode ficar restrita a um nicho de público. É fundamental que o assunto ganhe força e as marcas se adaptem tanto na fabricação de bebidas quanto de alimentos”, diz Andrea Rosas, chef e publicitária da Vigor.

Encontro dos Chefs
O evento organizado pelos chefs de grandes empresas existe há três anos e teve início com a reunião de 25 profissionais do mercado Food Service. A discussão ganhou força e, hoje, o grupo já tem 90 chefs de empresas do ramo. “A reunião desses profissionais é a prova de que o mercado está em evolução. As marcas ainda têm dificuldades em trabalhar com produtos gourmets como vinho, azeite e queijo no Brasil e isso também precisa ser abordado. A Kerry incentiva os encontros e deseja expandir ainda mais a discussão”, conclui Samara, da Kerry.

|